Chipeiras: 5 motivos para NÃO enviar SMS por elas
        • Canais

          SMS

          Use a seu favor o alto poder de alcance do SMS

          Inove com o novo padrão de mensagens do Google

          Amplie a eficiência de suas campanhas

          Esteja presente no aplicativo de mensagens mais popular

          Plataformas

          O agente virtual de voz ideal para sua empresa

          Atendimento escalável em todos os canais

          Plataforma de governança e monitoramento

          O seu workflow inteligente de receita recorrente

  • Sobre
  • Carreiras
  • Cases
  • Blog
  • Contato

Blog

5 motivos para não enviar SMS por chipeiras

Conheça o que são chipeiras, riscos de contratar SMS em massa barato demais e como o uso de rotas ilegais pode prejudicar a sua empresa.
o que são chipeiras de SMS

Você já ouviu falar em chipeiras? Originalmente, o termo nasceu da utilização de vários chips móveis em um aparelho para ligar ou enviar mensagens, mas passou a ganhar escala com empresas que comercializam o envio não oficial de SMS em massa pelo menor custo possível.

Tal prática iniciou mercado de mensageria após algumas empresas passarem a aproveitar promoções de pacotes de mensagens ou até mesmo tarifas gratuitas oferecidas pelas operadoras. Como resultado, os chips para esse fim infringiram as regras e sistemas para enviar alto volume de mensagens, muitas vezes falsificando a identidade e o CPF exigidos.

Sendo assim, instituições do mercado que representam o setor buscam punir os criminosos que cometem esse ato, bem como as empresas que utilizam esse tipo de serviço. Entenda melhor neste texto o que são as chipeiras, como funcionam, por que utilizá-las pode ser prejudicial ao seu negócio. 

O que são as Chipeiras?

Chipeira é um dispositivo modular que contém cartões SIM (chips) de diferentes operadoras. Ele é utilizado para encontrar a rota das chamadas feitas, alternando sempre para a mais barata.

Os dispositivos desse tipo são conhecidos como Gateway GSM. A utilização no mercado acontece em empresas de contact center e similares. Afinal, o objetivo desse recurso é procurar formas de baratear suas ligações.

Funcionalmente, ela opera da seguinte forma: ao fazer uma chamada para um celular, encontra-se a operadora do número chamado. Em seguida, a chipeira descobre qual chip está instalado no dispositivo que fará a conexão com o menor custo por minuto. Finalmente, a ligação é redirecionada para este chip específico.

Porém, não é somente para fazer ligações que algumas empresas se valem das chipeiras. O recurso passou a ser comercializado para o envio ilegal de SMS em massa.

Enviar mensagem de texto comercial é permitido somente por meio o sistema dedicado de uma operadora móvel. Portanto, ao usar os cartões SIM dos consumidores de maneira não autorizada, as chipeiras podem fornecer uma maneira barata para as empresas enviarem SMS comerciais, mas frequentemente violando os termos e condições do usuário.

Enviar SMS Pirata é crime?

Por representar diversas violações das normas estabelecidas, primeiramente, pela associação GSMA e posteriormente com regulamentações da Anatel, a prática indevida pode caracterizar um crime.

De acordo com pesquisas, um terço de todas as mensagens SMS comerciais em todo o mundo e 19% na União Europeia não são entregues aos consumidores da maneira que as operadoras de telefonia móvel esperam. Dentre esses envios irregulares, o uso de chipeiras é o mais comum. Chipeiras coletam informações pessoais sensíveis e números de telefone de clientes, o que possibilita o uso para fins ilegais.

No Brasil, existem várias condições da Anatel e de suas operadoras para garantir que as empresas de mensagens forneçam um serviço de qualidade. Eles precisam de centros de dados instalados, filtragem de conteúdo e anti-spam, log de mensagens e privacidade de dados com criptografia de ponta a ponta para proteger os dados do consumidor.

Portanto, empresas que utilizam serviços de chipeiras podem estar cometendo crimes.

De que forma o envio não oficial de SMS viola a LGPD?

Não é incomum que as empresas de chips vendam sua base de clientes para outras organizações para que possam anunciar novos serviços e produtos. Isso explica porque muitos usuários recebem diversas mensagens em seus celulares sem ao menos saber de onde vêm, o que viola a LGPD.

Além disso, usar chipeira é ato que pode configurar diversos crimes, como evasão de divisas, sonegação fiscal, concorrência desleal, crimes contra a outorga da Anatel, crimes contra o consumidor e fraude em licitações. 

Felizmente, é possível distinguir entre um SMS legítimo e um de chipeira (pirata). A primeira diferença é que o SMS legítimo é um número ou código curto, geralmente tem quatro, cinco ou seis dígitos. Do contrário, qualquer conexão feita por um número de telefone comum não é padrão. Esse tipo de comunicação é de pessoa para pessoa (P2P) – não de empresa para pessoa. 

Também, muitas empresas preferem ter números únicos para garantir a confiabilidade da mensagem. É bem possível que exista um número único que a empresa possa divulgar aos seus clientes. O nome mais comum para isso é “LA exclusivo” ou “shortcode exclusivo”.

Outro diferencial é a qualidade da entrega, rapidez e relatórios reais e oficiais de que a mensagem foi entregue ou não. Isso porque somente as empresas parceiras, ou “brokers oficiais”, têm conexão direta com o sistema de rotas das operadoras regulamentadas pela Anatel e fornecem dados dos envios.

5 motivos para não usar chipeiras

Preço é o maior atrativo para a utilização das chipeiras. No entanto, elas caracterizam infrações no envio de mensagens e não oferecem benefícios ao contratante, como as brokers oficiais oferecem.

Conheça 5 motivos para não usar chipeiras:

1. Preço

A maior atração da chipeira são as taxas de contrato de chamadas e mensagens “ilimitadas”. Mas o barato pode sair caro. Como a chipeira escolhe a melhor rota para fazer ligações, os contratos precisam ser confiáveis.

Alguns chips podem ficar obsoletos, o que pode significar redução de gastos. Além disso, não há controle do custo real dos disparos. Ou seja, o preço pago pode não corresponder a operação realizada.

2. Congestionamento

Cada torre suporta um número limitado de conexões simultâneas, geralmente mil. Portanto, em áreas congestionadas, os problemas podem ser facilmente percebidos ao tentar fazer e receber chamadas.

3. Qualidade de entrega

O sinal GSM das chipeiras cai continuamente, várias vezes por semana, e assim, seus módulos precisam ser reiniciados para funcionar novamente.

4. Atraso

Dependendo da distância e do número de estações móveis cobertas pela rota, os atrasos na entrega podem aumentar e interromper as comunicações.

5. Binagem

Na chipeira, o número que aparece é sempre aleatório, porque é utilizado o número associado ao chip. Isso pode impedir que muitas pessoas atendam o telefone ou abram a mensagem, pois um grande número de pessoas rejeita contatos de números de outros estados, pois são indícios de fraude ou cobrança.

Além disso, é improvável que os clientes retornem se não puderem atender o telefone. Isto porque na chipeira não é possível receber chamadas através do número que é binado para o cliente.

O que é empresa broker oficial de SMS?

As empresas brokers oficiais de SMS são empresas que têm sistema próprio e conexão direta com operadoras. Assim, elas realizam a prestação de serviço de intermediação para envio, recebimento, controle e gerenciamento de mensagens SMS.

Os brokers de SMS são homologados pelas operadoras de telefonia móvel do país, agências reguladoras como a Anatel e podem enviar SMS em massa.

broker oficial de SMS parceira das operadoras

Por que contratar SMS oficial e não de chipeiras?

Na guerra contra as chipeiras, o conhecimento é a melhor recurso para combatê-las. Se a sua empresa tem interesse em usar um serviço de mensagens, você deve entrar em contato com as operadoras de telefonia móvel a fim de informar-se sobre quais brokers estão autorizados ou como contatá-los diretamente.

E, se o problema for alto custo, escolher um broker homologado para sua central de atendimento que tenha os recursos de que você precisa também ajuda a poupar dinheiro. Isso porque as funções que ele fornece melhoram o desempenho da sua operação.

Ao utilizar os serviços de chipeiras, as empresas não apenas expõem seus consumidores a ataques de privacidade e problemas de spam, mas também colocam em risco sua reputação no mercado, causando prejuízos financeiros e comprometendo a imagem de sua marca.

Como combater o envio ilegal de SMS Pirata de chipeiras?

Estima-se que o volume de SMS empresariais transmitidos no Brasil por canais não autorizados é tão grande quanto o volume enviado por meios autorizados. Ou seja, cerca de 150 milhões de mensagens piratas são trafegadas por mês.

Para denunciar, basta encaminhar o SMS pirata para o canal de denúncia 7726. O canal está disponível para todas as operadoras.

Ainda, se a sua operadora tiver um canal de denúncias exclusivo, é válido encaminhar uma mensagem para o mesmo com as seguintes informações:

  • Número que enviou a mensagem;
  • Número que recebeu a mensagem, incluindo DDD;
  • Uma captura de tela com o conteúdo da mensagem e que identifique o remetente;
  • Data e hora do recebimento.

Ao denunciar, você contribui para um melhor serviço móvel, além de prevenir o assédio e a violação de privacidade por meio do recebimento de mensagens não solicitadas. Faça sua parte e contrate SMS oficial.

Conteúdos relacionados

22 de maio de 2023
Compartilhar

Inscreva-se em nossa newsletter