Agente virtual de voz para o varejo: tudo sobre | Pontaltech

Blog

Agente virtual de voz para o varejo: tudo sobre

Descubra como utilizar o agente virtual de voz no varejo de forma estratégica. Veja formas de utilizar, como funciona e porque investir.

O agente de voz no varejo é uma solução para automatizar os atendimentos através da personalização e humanização nos contatos que realiza. Com a alta demanda de atendimentos, as ferramentas tecnológicas são facilitadoras de processos que automatizam e garantem qualidade em parte das interações com os clientes.

Criado para atuar em diversos pontos ao longo da jornada de compra dos consumidores, os agentes de voz ajudam o varejo a concluir um alto volume de solicitações, a um baixo custo. E o melhor, mantendo o relacionamento com o cliente próximo, além de prezar para que a experiência de compra seja satisfatória do início ao fim. 

Esse assunto te gerou curiosidade? Quer entender melhor sobre o agente virtual de voz? Então acompanhe esta leitura e descubra o que é, como funciona e quais os benefícios do agente de voz no varejo. Vamos lá? 

Como o agente virtual de voz funciona no varejo?

Automatizar a negociação de dívidas, confirmar pagamento ou enviar a segunda via de boletos ou rastrear pedidos são apenas algumas das opções de uso dos agentes virtuais de voz. Oferecer uma solução automatizada para esses problemas, sem que os usuários tenham que aguardar em filas extensas pelo atendimento humano, seja por telefone ou pessoalmente, é realmente um avanço, não é mesmo?

Mas, como essa solução funciona, afinal? O agente virtual de voz é uma forma de atendimento inteligente ao cliente, capaz de passar informações sobre produtos, renegociar dívidas, agendar serviços e responder às perguntas dos clientes sem a necessidade de um operador humano. Através da voz, esse personagem realiza interações humanizadas, com um tom de voz respeitoso, e operando em diversos atendimentos ao mesmo tempo.  

Tipos de agente virtual de voz para o varejo

Existem três principais tipos de usos dos agentes virtuais de voz. Conheça a seguir cada um deles:

  • Localizador: trata-se de um agente de voz que faz ligações e confirma a identidade da pessoa procurada. Esse recurso aumenta consideravelmente as taxas de CPC (Contato com a Pessoa Certa). Seu grande diferencial é conseguir confirmar o nome e os dados dos clientes sem derrubar a ligação, e isso é uma alternativa a prática comum de realizar chamadas de até 3 segundos. Sendo assim, o agente que localiza é o mesmo que pode negociar ou prevenir;

  • Negociador: esse tipo de agente de voz oferece alternativas de pagamento de débitos e negocia acordos com altos índices de conversão. Outra forma de utilizar a “negociação”do agente virtual, é fazer perguntas do tipo “vi que você abandonou o carrinho, quer receber um cupom de desconto por SMS agora?”. As possibilidades são muitas;

  • Preventivo: o agente virtual de voz que desempenha o papel preventivo tem como função emitir avisos de vencimentos, lembrando o cliente sobre parcelas a pagar Outra maneira é antecipar uma solicitação de acompanhamento de entrega por exemplo: “oi, você pode me confirmar que realizou a compra tal? Vai ter alguém em casa para receber a encomenda?”, assim é possível negociar uma nova data de entrega, ou simplesmente garantir a entrega, impactando positivamente a logística.

Diferenciais dos agentes de voz

Os agentes de voz no varejo são mais ativos do que receptivos e seu uso pode ir muito mais além. O agente virtual de voz é capaz de beneficiar toda a jornada do consumidor, acompanhando a navegação do cliente da pré-venda até o pós-venda. Dessa forma, enquanto o seu cliente percorre o funil, o robô vai aprendendo com ele e passa a tomar decisões a partir desse conhecimento. 

O uso do agente de voz no varejo deve envolver gatilhos em cada uma das abordagens. Por exemplo, interagir com o cliente ativamente nos momentos em que ele demonstra interesse por um produto ou, então, abandona um carrinho. Assim, a sua empresa oferece uma melhor experiência ao usuário e colhe ótimos resultados na conversão, retenção, fidelização e custos de aquisição de clientes. 

Um ponto muito positivo do agente de voz, é a sua acessibilidade. A exemplo do público sênior com 60 anos ou mais, algumas pessoas têm certas dificuldade com canais de atendimento, e isso pode atrapalhar a jornada de compra, por isso a acessibilidade se torna indispensável. Sendo assim, o agente de voz no varejo é um excelente canal para aproximar sua marca deste público, garantindo transparência e acessibilidade na jornada de compra.  

Por que investir em um agente virtual de voz para o varejo?

Os benefícios de investir em um agente de voz no varejo não é algo relatado apenas pelas empresas que já fazem uso dessa tecnologia. Segundo um levantamento da Forrester, clientes que usam um agente virtual para interagir têm 2,8 vezes mais chances de converter uma compra. Além disso, 65% dos clientes preferem ser atendidos por um agente virtual do que aguardar pelo atendimento humano e, 23% dos clientes desistem de fazer uma compra se encontram um canal ocupado. 

Está claro a preferência dos clientes, não é mesmo? Mas, além de agradá-los, implementar um agente de voz no varejo traz outros benefícios para a sua operação. Veja a seguir:

Qualificação de leads e aumento nas vendas

Uma das maiores vantagens do agente de voz no varejo é a qualificação de leads, etapa fundamental para o aumento nas vendas. Com a capacidade de identificar clientes potenciais, o agente virtual torna-se um gerador de leads automático completamente integrado ao CRM, otimizando o processo de venda. 

Assim, a sua empresa impacta o cliente certo, com a oferta certa, através de mensagens personalizadas que elevam a qualidade do atendimento. É uma ótima forma de aumentar o ticket médio e identificar oportunidades de cross sell e up sell para a sua empresa. 

Conveniência

O agente virtual pode trazer mais conveniência para a sua empresa ao executar tarefas de forma ágil em diversos tipos de segmento, como alimentação, turismo, saúde, vestuário, financeiro e muito mais. Use e abuse do agente de voz no varejo para enviar alertas com datas de pagamento, informações sobre produtos e pedidos, atualizações sobre a sua empresa e confirmação de dados. 

Agilidade

O tempo médio de atendimento com um agente virtual pode ser reduzido em até 15%. Ao juntar o obtido nas interações com os clientes e a base de dados da empresa, o agente de voz no varejo identifica padrões de perguntas e respostas que agilizam muito a solução dos problemas. Dessa forma, os atendentes humanos têm mais tempo para dedicar em estratégias, fechamento de vendas e resolução de casos mais complexos. 

Por fim, caso o agente de voz não consiga solucionar algo imediatamente, ele abre um protocolo enviando o atendimento para o setor responsável. Essa é outra estratégia do robô para agilizar o atendimento, já que ele entrega para a equipe de atendentes o perfil completo do cliente para que o problema seja resolvido rapidamente. 

Conheça o Play!

O Play! é o agente de voz certo para a sua empresa. Fale com seus clientes a qualquer hora por meio de interações fluidas através do que há de mais moderno em Inteligência Artificial. Com uma plataforma 100% na nuvem, disponibilizamos o número de agentes virtuais necessários para que nenhuma ligação seja encerrada sem o melhor atendimento.

Quer saber mais sobre como implementar um agente de voz no varejo? Fale conosco

15 de julho de 2022
Compartilhar

Inscreva-se em nossa newsletter

Fique pode dentro do que acontece no mundo da tecnologia e da comunicação digital. Receba em primeira mão dicas, novidades, notícias e muito mais direto em seu e-mail.

Conteúdos relacionados