Estratégia de pricing: como usar dados do RCS para isso?
        • Canais

          SMS

          Use a seu favor o alto poder de alcance do SMS

          Inove com o novo padrão de mensagens do Google

          Amplie a eficiência de suas campanhas

          Esteja presente no aplicativo de mensagens mais popular

          Plataformas

          O agente virtual de voz ideal para sua empresa

          Atendimento escalável em todos os canais

          Plataforma de governança e monitoramento

          O seu workflow inteligente de receita recorrente

  • Sobre
  • Carreiras
  • Cases
  • Blog
  • Contato

Blog

Como usar os dados de RCS na estratégia de pricing?

Aprenda como utilizar as métricas de marketing de canais como o RCS para transformar a sua estratégia de pricing e melhorar seus resultados.
como fazer estratégia de pricing

A estratégia de pricing é um dos pilares de um bom marketing. Engana-se quem deixa esse assunto apenas para o time comercial. Quando munido de dados, quem trabalha com marketing é capaz de ter “insights” importantes sobre a precificação de produtos e serviços, aumentando assim, as conversões e o resultado financeiro do negócio. 

Se você quer usar a estratégia de pricing para impactar a rentabilidade das suas campanhas, saiba que o RCS pode ser um grande aliado. É isso mesmo! Por ter dados que nenhum outro canal tem, ele te dá informações preciosas sobre a percepção do preço dos produtos e serviços. 

Além disso, também é possível realizar uma série de testes para acertar no preço. Quer saber como? Vem com a gente e descubra como os dados do RCS podem ajudar na sua estratégia de pricing. Boa leitura!

O que é estratégia de pricing e por que ela é importante?

Para atribuir o preço a um produto ou serviço, é preciso uma estratégia. Afinal, esse valor deve ser composto após a análise de uma série de elementos, como custos fixos e variáveis, concorrência, sazonalidade e, claro, público-alvo. 

Quando o preço é definido corretamente, e não de maneira aleatória, a empresa tem um retorno financeiro positivo, e consegue atingir suas metas através de um portfólio atrativo para seus clientes. Sendo assim, investir em uma estratégia de pricing é importante por uma série de motivos, como:

  • Maximização dos lucros: cobrir os custos envolvidos no processo de produção e comercialização do produto/serviço, obtendo margem positiva;
  • Competitividade: a precificação inteligente é essencial para se posicionar diante dos concorrentes, já que o preço é um dos principais fatores para tomada de decisão;
  • Posicionamento da marca: o preço influencia diretamente na percepção que os consumidores têm do seu produto, posicionando a sua marca como premium ou econômica, por exemplo;
  • Receita consistente: uma estratégia de pricing bem feita ajuda a suavizar a flutuação na receita ao longo do tempo, alocando recursos de forma eficiente;
  • Visão sobre o negócio: a estratégia de pricing permite que os gestores tenham uma visão clara dos lucros e participação de cada produto no faturamento.

plataforma de RCS

Como fazer uma boa estratégia de pricing?

Fato é que a análise de dados, juntamente com as pesquisas de mercado, desempenham um papel crucial na elaboração da estratégia de pricing. Isso permite que a empresa tome decisões informadas com base em dados concretos sobre as preferências e comportamentos dos consumidores. 

Além disso, essa estratégia precisa estar aberta à demanda do mercado. Ou seja, a flexibilidade de uma estratégia de pricing precisa permitir ajustes conforme demanda, sazonalidades e outros fatores. E como fazer tudo isso? Calma, a gente te mostra! Confira a seguir 7 passos para a construção de uma estratégia de pricing de sucesso. Acompanhe: 

1. Compreenda seus custos

Calcule todos os custos diretos e indiretos associados à produção ou fornecimento do produto ou serviço, incluindo matéria-prima, mão de obra, despesas operacionais e custos de marketing.

2. Conheça seu mercado

Realize pesquisas de mercado para entender a demanda, a concorrência e as preferências dos clientes. Avalie como os consumidores percebem o valor do seu produto em relação aos concorrentes e descubra quanto eles estão dispostos a pagar. 

3. Sugira um intervalo

Nessa fase da construção da estratégia de preço, defina um intervalo de preço que seria ideal para os seus produtos e serviços, segundo a pesquisa e a validação feitas anteriormente. Considere a elasticidade do preço-demanda, e como você vai trabalhar elas ao longo do ano. 

4. Faça uma projeção

Utilize o preço definido no passo anterior para fazer uma projeção, ou seja, averiguar o impacto da sua estratégia dentro da empresa. É importante verificar se o preço praticado é rentável, lucrativo e atende às metas de faturamento. 

5. Teste e experimente

Não hesite em realizar testes de preços para determinar como diferentes estratégias afetam as vendas e os lucros. Isso pode ajudar a otimizar suas decisões de pricing. Em alguns casos, pequenas mudanças de preço podem ter um grande impacto nas vendas. 

6. Alinhe antes de ir ao mercado

É importante alinhar a estratégia adotada entre todos que, de alguma forma, estão envolvidos com alguma das etapas de precificação, venda bem como a divulgação do produto. Assim, no momento do rollout, em outras palavras, da divulgação, todos poderão estar atentos à necessidade de possíveis ajustes. Tenha em mente que a estratégia de precificação não é uma certeza, e pode ser personalizada conforme a necessidade da sua empresa.

Como o RCS pode ajudar na sua estratégia de pricing?

Bom, você já sabe o que é uma estratégia de pricing e os passos para criar uma. Então, onde entra o RCS nisso tudo? Como você pode perceber, para acertar precisamente no preço, os dados são necessários. Portanto, eles devem ser analisados como um termômetro que guiará a sua empresa para a precificação correta. E é justamente aí que o canal se mostra uma ferramenta indispensável. 

Você já deve saber que o RCS é uma evolução das mensagens de texto SMS tradicionais e oferece recursos avançados de comunicação, como imagens, vídeos e botões interativos. Embora o RCS não esteja diretamente relacionado à estratégia de pricing de um produto ou serviço, os dados coletados por meio de interações com os clientes por meio dele podem ser valiosos para informar sua estratégia de precificação de diversas maneiras. 

Além de ser um dos canais de comunicação mais eficientes entre empresas e consumidores, ele também traz dados de engajamento. Um exemplo disso, é que o relatório e mostra exatamente os cliques e quais contatos interagiram em qual mensagem.

Você pode usar isso a seu favor, colocando preços no “call to action“, ou seja, nos botões ou na descrição. Isso pode ser um indicativo de sucesso, além de ajudar a contabilizar o interesse do público e na realização de testes A/B, dando a possibilidade do seu negócio averiguar diferentes preços em uma única campanha.

estratégia de pricing com o RCS

Métricas para ajudar na estratégia de pricing

Para entender melhor que dados são capazes de te retornar e como eles podem te ajudar na estratégia de precificação, vamos relembrar as métricas de marketing do RCS:

  • Taxa de entrega: mostra a porcentagem de mensagens RCS enviadas que foram entregues com sucesso aos destinatários;
  • Taxa de leitura: mede quantas vezes uma mensagem foi lida pelos destinatários em relação ao número total de mensagens entregues;
  • Taxa de clique/engajamento: indica quantas vezes os links, imagens, botões interativos e etc dentro da mensagem RCS foram clicados;
  • Taxa de conversão: quantos destinatários realizaram a ação desejada após interagir com a mensagem RCS;
  • Taxa de rejeição: porcentagem de destinatários que optaram por não receber futuras mensagens;
  • Retorno ao carrinho: indica quantos destinatários retornaram ao carrinho de compras após receber a mensagem; 
  • Taxa de resposta: mostra quantas pessoas responderam ou iniciaram uma interação com a marca;

Os testes A/B nesse canal podem testar mensagens com diferentes preços para um mesmo produto, por exemplo. Dessa forma, é possível saber qual preço tem mais aceitação a partir da taxa de abertura, taxa de clique, taxa de conversão, retorno ao carrinho, taxa de resposta, etc. 

Benefícios do RCS para estratégia de pricing

O RCS permite que os clientes forneçam feedback de maneira rápida e interativa. Você pode usar esses dados para avaliar a satisfação do cliente com seus preços. Se muitos clientes expressam insatisfação com os preços, isso pode sinalizar a necessidade de ajustar sua estratégia de preços para torná-la mais competitiva ou alinhada com as expectativas dos clientes.

Mas, não para por aí. É possível utilizar os dados do RCS para a estratégia de pricing para segmentação de clientes, identificando padrões de comportamento e preferências dos clientes. Essas informações ajudam na segmentação dos clientes com base em seu histórico de compras, nível de engajamento e preferências. Ao compreender melhor seu público-alvo, você pode ajustar sua estratégia de preços para atender às necessidades específicas de cada segmento.

Por fim, com o RCS, você também pode realizar testes de preços oferecendo descontos ou promoções exclusivas para este canal. Ao monitorar como os clientes respondem a essas ofertas, você pode ajustar estratégias conforme a demanda e a elasticidade do preço, otimizando assim a receita.

E então, está esperando o que para investir em uma estratégia de pricing mais eficiente para o seu negócio com uma ajudinha do RCS? Se você ainda não adotou esse canal de comunicação para esse e outros fins, fale agora com a Pontaltech

Nossa plataforma traz uma visão consolidada dos dados, além de emitir relatórios sintéticos e analíticos. Assim, você acompanha de perto os resultados de cada campanha e tem mais tempo para traçar uma estratégia de pricing assertiva para o seu negócio. Para saber mais, fale com um de nossos especialistas e descubra uma nova experiência de mensagens. 

Conteúdos relacionados

14 de setembro de 2023
Compartilhar

Inscreva-se em nossa newsletter